segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Guarda Municipal de Toledo flagra homens furtando óleo diesel de máquinas do Aterro Sanitário de Toledo.

Após denúncias da controladoria da EMDUR-Empresa de Desenvolvimento Urbano e Rural, do município de Toledo, dando conta que no Aterro Sanitário municipal estavam desaparecendo equipamentos, a Guarda Municipal intensificou rondas diárias no local para reforçar a segurança. No último sábado (30), ao realizar rondas no Aterro Sanitário, os GMs observaram atitudes suspeitas de dois cidadãos que estavam carregando uma camioneta e então os GMs aguardaram um pouco para ver qual destino tomariam com os produtos. Logo após carregarem a camioneta, os suspeitos se deslocaram para a saída do aterro, onde o veiculo foi abordado, identificando o condutor do veículo como sendo o cidadão C.J.T., conhecido pela alcunha de "Zoião" e próximo ao veículo estava o cidadão C.T., vulgo "Sacão" e ao vistoriar o interior do veículo observou-se que haviam 06 galões de óleo diesel. Ao ser questionado sobre a procedência, o condutor não soube explicar e ao ser indagado de que os galões já tinham sido vistos em um matagal dentro da propriedade do aterro sanitário, eles acabaram confessando que os galões de óleo diesel eram retirados da máquina trator de esteira e posteriormente levado para casa. Foi questionado se havia mais alguma coisa e o cidadão C.J.T disse que havia mais alguns galões na estrada rural da Linha Boiko, em um matagal, mas o produto era do cidadão C.T. Foi deslocado uma equipe para o local indicado, com apoio da Policia Militar e encontrados mais 04 galões e ainda disse que havia mais 02 galões em sua propriedade. Foi deslocado a equipe da GM para a casa do mesmo e foi constatado que realmente tinha 02 galões. Totalizando 12 galões de oléo diesel, aproximadamente 240 litros de oléo diesel, juntamente foi observado que havia uma roçadeira de marca Sthil, mais duas roçadeiras de marca desconhecida, onde o C.J.T não tinha nota fiscal dos equipamento então foi recolhido para que fosse averiguado as procedência. Foi questionado o que faria com o combustível o mesmo relatou que vendia o produto para um cidadão que morava no Jardim Coopagro, com o nome de J.F.dos R.. Os Guardas Municipais foram até o local indicado, mas não foi encontrado nada com o J.F.dos R. e diante dos fatos, os acusados foram encaminhados à 20ª SDP para serem adotados os procedimentos cabíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário